Segurança

20/10/2021 08:52

DUPLO HOMICÍDIO

VÍDEO: Júnior é condenado pela morte do pai e meia-irmã em São Bento do Sul

DIVULGAÇÃO

Julgamento ocorreu de forma híbrida, com réu participando por videoconferência, da prisão

Elvis Lozeiko - elvis@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O advogado Osmar Unisesky Júnior, réu pela morte do pai Osmar Unisesky e da meia-irmã Franciele Aparecida Jelinsky Unisesky, foi condenado pela primeira instância judicial a 20 anos e 8 meses de reclusão em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade. O Tribunal do Júri, que iniciou às 9 horas de terça-feira (19), foi concluído somente na madrugada de quarta-feira (20).

Confira no vídeo o momento em que o juiz substituto Fernando Curi lê a decisão.

 

Relembre a denúncia
O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em sua denúncia, expõe que na noite de 18 de setembro de 2018 o advogado foi até o local onde Osmar e Franciele estavam trabalhando, na Rua Cezário Marchinhak, no bairro Brasília. Logo após iniciar uma conversa com ambos, segundo o MPSC, ele efetuou o primeiro disparo contra o pai, que tentou fechar a porta, mas Júnior persistiu com os tiros, até que seu pai tentou se defender já fora do recinto.

Júnior, porém, atirou outras vezes contra o pai, para garantir a morte dele. Em seguida, aponta a denúncia, o advogado voltou ao escritório e, ao verificar que a meia-irmã havia trancado o escritório para telefonar para a Polícia Militar, foi a uma janela lateral e igualmente atirou contra ela, matando-a também. Para o promotor Djônata Winter, os crimes foram cometidos por motivo torpe, pois o réu não aceitava o reconhecimento da filiação de Franciele e temia as consequências quanto à destinação dos bens do pai.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.