Política

10/09/2019 09:09

LEGISLATIVO

Vereadores discutem nome de rua por 20 minutos durante sessão em São Bento

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Os vereadores são-bentense ficaram segunda-feira (9) por 20 minutos discutindo um veto ao projeto de lei de denominação de nome de rua. O projeto havia sido aprovado, mas retornou com veto assinado pelo prefeito Magno Bollmann (PP), por conta de similaridade de nome. O projeto com veto, de autoria do vereador Nivaldo Bogo (MDB), nominava como Santa Madre Paulina uma rua na Vila União. No entanto, em outro bairro já existe a Rua Madre Paulina.

Devido à semelhança, por se tratar inclusive da mesma homenageada, com base em uma lei municipal de 2014 a Prefeitura então apresentou o veto ao projeto. No entanto, os vereadores derrubaram o veto e, portanto, o novo nome da rua passa a valer. Para garantir os votos para derrubada do veto, a oposição – Nivaldo Bogo, Fernando Mallon (MDB), Jaime Lima (PSDB) e Jairson Sabino (PSDB) - contou com o voto dos vereadores Daguimar Nogueira (PSB) e Edimar Salomon (PP), em tese independentes.

A maior dúvida agora reside no próximo passo. Afinal de contas, se existe uma irregularidade na lei aprovada pela Câmara de Vereadores, a Prefeitura vai enviar o caso para ser analisado pelo Ministério Público? Ou fica por isso mesmo? Aliás, se fizesse um pente-fino em todas as leis existentes no município, certamente 60% delas poderiam ser revogadas, seja porque são inconstitucionais ou porque não servem para nada. Está mais do que na hora da própria Câmara de Vereadores liderar um movimento neste sentido.

Conflito
Ainda falando em nomes similares de ruas, em São Bento do Sul existem diversas nesta situação. E quem reside nestas vias certamente já enfrentou algum problema com entrega de mercadoria ou mesmo na contratação de serviços devido à confusão de nomes, mesmo as vias tendo CEPs diferentes.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desta terça-feira (10).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.