Política

08/08/2019 08:35

CASO MÁRCIO DREVECK

Vereador César Godoy foi alvo de ação policial na Câmara de São Bento

Alexandre Carvalho / Jornal A Gazeta / Arquivo

Vereador do PSB agora é investigado pela ação policial

Alexandre Carvalho - alexandre@gazetasbs.com.br
São Bento do Sul

O delegado Gustavo Muniz Siqueira, responsável pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil, confirmou quarta-feira (7) que o alvo da ação policial na Câmara de Vereadores era o gabinete e a assessoria do vereador César Godoy (PSB). Na terça-feira (6) à noite, o parlamentar havia se manifestado informando que a operação havia ocorrido no gabinete do PSB, seu partido, usado também por outros vereadores da sigla.

Ainda de acordo com o delegado, que no fim da tarde enviou nota para a imprensa, "o vereador, dentro do que é possível até que o sigilo judicial seja afastado, foi informado dos fatos e que figura como investigado no inquérito policial", cita trecho. "Até o momento, a Polícia Civil não possui nenhum indício contra outros vereadores em atividade ou seus respectivos subordinados", completa a nota, retirando assim quaisquer suspeitas quanto aos outros vereadores do partido ou mesmo de outras siglas.

"O alvo da diligência foi apenas e tão somente a parte do gabinete do assessor do vereador César Augusto Accorsi de Godoy, visando apreender documentos e o aparelho celular do assessor do citado vereador, no qual, segundo a investigação, haveria elementos de prova acerca dos fatos investigados.", diz parte da nota. O delegado ainda diz que a ida do assessor parlamentar de Godoy até a delegacia não foi assim tão voluntária como se anunciou e no local ele desistiu de prestar sua versão.

O vereador César Godoy falou sobre a situação. Ele explicou que a denuncia contra ele foi, ao que tudo indica, um ato ocorrido por causa de um desafeto político. Agora o parlamentar é investigado num desdobramento da operação da DIC que resultou na prisão do vice-prefeito Márcio Dreveck (PP), acusado por cobrar a devolução de parte dos salários de servidores comissionados indicados por ele na Prefeitura. Nesta fase da apuração, outras pessoas ligadas ao vereador Godoy podem ser chamadas a prestar depoimentos.

Confira o contraponto do vereador no jornal impresso desta quinta-feira (8).

Comentários

Não há comentários sobre esta matéria. Deixe seu comentário

+ sobre Política

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022