Geral

24/06/2020 11:13

EFEITO CORONAVÍRUS

Transporte coletivo está em risco

MATHEUS MÜLLER / JORNAL A GAZETA

Serviço teve queda de 75% nos primeiros dias de retorno

Matheus Müller - matheus@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A Coletivo Rainha fechou terça-feira (23) o balanço dos primeiros 15 dias do seu retorno, completados na segunda-feira (22). E os números não são nada animadores para a empresa, com um baixo número de usuários, o que inclusive pode comprometer a manutenção do serviço no município.

Flávio Lima, diretor de operações da empresa, cita que a expectativa era de que gradualmente as pessoas fossem aderindo ao transporte, o que não ocorreu. A média diária de passagens ficou em 3,5 mil, o que corresponde a uma queda de 84% em relação aos números anteriores a pandemia, quando eram utilizados diariamente aproximadamente 13,5 mil bilhetes.

Flávio lembra que normalmente os usuários saem das suas residências e voltam de ônibus, sendo assim contabilizadas aproximadamente 1.750 pessoas usando o serviço diariamente. “Isso não chega a 2% da população de São Bento utilizando o transporte”, relata. A expectativa da empresa era de que os números ficassem entre 5 a 6 mil passagens. “O que já seria menos da metade, mas o número atual é bem inferior de qualquer expectativa”, lamenta.

Para o retorno, a empresa reduziu a quilometragem rodada em 60%, mas como a queda de bilhetes foi de 84%, a conta não está fechando. “Se reduzir mais a estrutura, inviabiliza o serviço, pois pode lotar os ônibus”, lembra. Apesar das reduções, Flávio cita que o custo fixo ainda é alto, onde o volume de passagens não faz frente para suprir os custos fixos. O diretor da empresa comenta que foi montada uma estrutura grande para o retorno, com álcool em gel, higienização, equipamentos de segurança, entre outros.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.