Geral

10/09/2019 10:44

MARGARIDAS

Trabalho antes do sol nascer para limpar as ruas durante a Schlachtfest 2019

Divulgação

Sujeira ficou concentrada na Praça Getúlio Vargas e na escadaria da Igreja

Layra Olsen - layra@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Funcionários da Prefeitura trabalharam duro neste fim de semana durante mais uma edição da Schlachtfest. Desta vez, a limpeza da área central ficou a cargo de 12 pessoas, entre margaridas, cravos e operários da Secretaria de Obras.

No sábado (7), as atividades iniciaram às 4 horas da manhã e se estenderam até às 19 horas. Neste ínterim, os trabalhadores fizeram apenas duas pausas: para um café, às 9 horas, e no almoço, ao meio-dia. “Tivemos que limpar as ruas antes e depois dos desfiles”, revela a margarida Keli Cristiane Pereira, referindo-se também ao ato cívico.

Já no domingo (8), o trabalho foi mais curto, das 4 até às 9 horas da manhã. “Mesmo assim foi bem puxado porque estávamos em poucos”, conta. Antes do sol se levantar, às 6 horas, pelo menos a Praça Getúlio Vargas, a Rua Barão do Rio Branco e as vias próximas ao Ginástico tinham que estar limpas. “Só as laterais poderíamos terminar mais tarde”, revela.

Conscientização
Keli conta que depois do desfile germânico, a equipe focou em esvaziar os lixeiros. Depois, com parte das ruas liberadas, tiveram que recolher os materiais jogados no chão que, desta vez, diminuíram em relação ao ano passado. “Claro, tinha sujeira, mas também encontramos muitas pessoas que estavam com um saquinhos plásticos, separando o seu lixo”, revela.

No domingo, os resíduos ficaram mais nítidos na praça e na escadaria da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria. “O público deve ter se concentrado ali”, acredita.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.