Geral

08/07/2020 13:20

INVESTIMENTO

Solenidade virtual para lançamento de nova unidade da JBS em Mafra

REPRODUÇÃO

Autoridades acompanharam cerimônia por videoconferência

Região

O governador Carlos Moisés participou nesta quarta-feira (8), por meio de videoconferência, do lançamento da pedra inaugural das obras da nova unidade de biodiesel da empresa JBS na cidade de Mafra, no Planalto Norte catarinense. Com um investimento de R$ 180 milhões, a usina deve ser inaugurada em junho de 2021 e irá gerar aproximadamente 500 empregos diretos e indiretos quando estiver em pleno funcionamento. 

Na solenidade virtual, o governador agradeceu à empresa pela confiança de escolher Santa Catarina como sede da nova planta. Segundo Carlos Moisés, o estado se diferencia por seu capital humano e por sua veia empreendedora. O chefe do Executivo estadual lamentou não poder estar fisicamente em Mafra pelo fato de ter testado positivo para Covid-19, mas garantiu que o Governo do Estado seguirá como um parceiro de todos aqueles que queiram empreender em solo catarinense.

“Santa Catarina é sinônimo de empreendedorismo e a JBS inova para o bem dos catarinenses ao investir em um combustível renovável. Essa obra vai beneficiar as futuras gerações, com emprego e renda. No entorno da fábrica, naturalmente outros negócios serão atraídos, com o surgimento de novas oportunidades. Esse é um investimento para o Brasil e para as futuras gerações. Desejo vida longa à nova unidade da JBS em Mafra", destacou Moisés.

Unidade duplicará produção da JBS

O presidente da JBS América do Sul, Wesley Batista Filho, esteve presente em Mafra para o lançamento da pedra fundamental e destacou a importância de Santa Catarina para a empresa, onde tem quase 20 mil colaboradores. Ele destacou que a escolha do local levou em consideração a parceria já existente com o Governo do Estado e acrescentou que a unidade duplicará a produção de biodiesel da JBS hoje no Brasil. Assim, será capaz de produzir até 1 milhão de litros de biodiesel por dia.

“Essa é uma unidade que tem como fundamento o combustível renovável. Vai ser uma grande usina e uma grande empreitada para o estado. Santa Catarina é muito importante para nós. Estamos presentes com cerca de 19 mil colaboradores. É um Estado importante na nossa estrutura, que tem a força das pessoas e da mão de obra. Vamos começar aqui em Mafra uma bela história de empreendedorismo e desenvolvimento na região”, destacou Batista.

O prefeito Wellington Bielecki ressaltou que se trata do maior investimento da história da cidade. Ele afirmou que a fábrica proporcionará um crescimento de aproximadamente 30% no PIB de Mafra a longo prazo.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.