Geral

04/07/2020 10:34

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Rio Negrinho vai usar medicamento em teste para tratar pacientes com Covid-19

Christian Hacke / Jornal A Gazeta

Números foram apresentados no final da tarde de sexta-feira (3), através de uma live

Christian Hacke - christian@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

Nesta sexta-feira (03), Rio Negrinho contabilizou mais sete casos de coronavírus. Entre os novos está uma adolescente de 15 anos. Com estes números, já são 66 casos confirmados, 100 casos monitorados, 79 descartados e nenhum suspeito. Dos 66 positivos, 40 já estão recuperados. Os casos mais graves são de dois homens, um de 64 anos na UTI de Mafra e outro de 69 na UTI de São Bento do Sul.

Durante uma transmissão ao vivo, durante a tarde de sexta, o prefeito Julio Ronconi comentou que na próxima semana haverá maior intensificação na medicação dos pacientes positivados. "Nosso comitê já está fazendo a análise dos medicamentos a serem adotados já na detecção do Covid. São medicamentos ainda não testados na integra, mas que a gente já vem verificando os resultados positivos no Brasil e afora", explicou.

A secretária de Saúde, Maria de Fátima Mendes Afonso, contou que já foi feita a encomenda. "Mas está difícil de conseguir pois vem da Índia e está sendo usado por pessoas que nem sintomas possuem. Na próxima live explicaremos melhor como vai funcionar, para a população ficar tranquila", completou. 

Conforme a secretária, há risco dos postos de saúde serem fechados caso a pandemia evolua na cidade. "Dependendo da gravidade desses pacientes, se o número aumentar, vamos ter que entrar em um cenário que já temos nas nossas propostas. Nosso grande receio é os profissionais de Saúde serem contaminados. Em um cenário ruim, teremos que fechar as unidades de saúde, deixando apenas três pontos no município. Por isso a gente pede, as pessoas precisam tomar cuidado", frisou.

 

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.