Geral

06/07/2020 12:19

CONTABILIZANDO

Rio Negrinho tem quase R$ 1 milhão em prejuízos na agricultura após ciclone

DIVULGAÇÃO

Praticamente todas as propriedades do interior ficaram sem energia elétrica

Christian Hacke - christian@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

O setor de Agricultura em Rio Negrinho, que possui grande participação na arrecadação do município, sofreu perdas de quase R$ 1 milhão após a passagem do ciclone bomba, na última terça-feira (30). Um levantamento da Secretaria de Agricultura da cidade mostra que o prejuízo foi de aproximadamente R$ 900 mil com destelhamentos de propriedades rurais, cultivos protegidos e obstrução de estradas.

O relatório aponta ainda que houve queda de energia em praticamente todo o interior do município. As perdas estimadas com destelhamentos de galpões, silos e instalações rurais é de R$ 600 mil. Já no cultivo protegido, como de morango e outras verduras, 80% da produção foi afetada, acarretando em quase R$ 200 mil. Os outros R$ 100 mil são referentes a danos causados pelas quedas de árvores que obstruíram estradas.

Deoclécio Pacheco, engenheiro agrônomo da secretaria, conta que o maior problema é a falta de energia, que está sendo restabelecida aos poucos. "As localidades com maior ocorrência que a gente viu foi Barro Preto, Rio do Salto, Pocinho, Rio Feio, Serro Azul. Teve problema de energia, muitos ainda estão sem e há problema de armazenamento de comida. O pessoal do leite tem resfriadores e ordenhas quase todas mecanizadas já. O pessoal teve que se virar com geradores. Eu atendo agricultores que tem mais de 40 vacas, não tem como fazer manual", explicou.

Pacheco citou também as granjas, que são automatizadas e não podem ficar muito tempo sem energia elétrica. "Os agricultores já estão mais reparados, têm trator, tiram as árvores com motosserra. O problema maior foi a falta de energia, um dificultador grande nas atividades deles. O vento carregou praticamente tudo (cultivo protegido), teve prejuízos com morangos e horticultura em geral", disse.
Até às 20h30 de ontem, haviam 194 unidades consumidoras sem energia em Rio Negrinho, sendo a maior parte delas em Volta Grande (75) e na Vista Alegre (70).

Confira mais detalhes sobre a questão no jornal impresso desta segunda-feira (6).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.