Política

05/10/2021 13:24

MEIO AMBIENTE

Recicla São Bento: Sacolas coloridas vão ajudar na separação do lixo

DIVULGAÇÃO

Programa foi aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores

Alexandre Carvalho - alexandre@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A Câmara de Vereadores de São Bento do Sul aprovou, na semana passada, projeto de lei de autoria da Prefeitura criando o programa “Recicla São Bento”. O objetivo é o incentivo à separação de materiais recicláveis, ao mesmo tempo promover a geração de empregos e renda para os trabalhadores de cooperativas a associações de materiais recicláveis.

De primeiro momento, a proposta será realizada de forma “piloto”, com os moradores do bairro Brasília. Na prática, o projeto funcionará com a distribuição de sacolas plásticas personalizadas, em cor laranja, com a descrição do projeto. Cada sacola terá o custo de R$ 0,50, mas não haverá acréscimo nas tarifas de coletas cobradas da população e os recursos são do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae).

Conforme a líder do governo na Câmara, vereadora Terezinha Dybas (PSDB), quatro sacolas devem ser distribuídas por residência. “Inicialmente, ainda continuará tendo a coleta seletiva e a coleta normal, mas o objetivo final é que a coleta normal faça a coleta tanto do lixo que não é reciclável, quanto do reciclável. O que irá gerar uma economia anual de R$ 1,5 milhão junto à contratação da empresa que realiza esta coleta”, explicou.

Coleta informal

Terezinha ainda explicou antes da votação do projeto, aprovado por unanimidade, que outro problema com estes materiais em São Bento é a coleta realizada por empresas e pessoas físicas não ligadas às cooperativas registradas no Samae. “Essas pessoas acabam passando e retirando esses itens, não há como proibir, pois a iniciativa de trabalho é livre no Brasil. Mas, quando tiver as sacolas que serão identificadas com o nome do programa, elas não poderão mais levar esses itens. Ocorre que atualmente as sacolas são abertas e apenas os itens recicláveis de maior valor acabam sendo retirados”, elencou.


Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.