Geral

31/07/2020 07:38

SAÚDE

Raio-x comprado em 2013 "está próximo" de entrar em operação em São Bento

MATHEUS MÜLLER / JORNAL A GAZETA / ARQUIVO

Subestação em frente ao prédio do INSS vai fornecer energia para aparelho

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Finalmente “está próximo”, como disse o vereador Marco Redlich (PP), mas ainda assim não existe um prazo para que o aparelho de raio-x comprado pela Prefeitura lá em 2013 possa entrar em operação. Desde lá, o equipamento está encaixotado e mais do que críticas pela demora quanto à sua instalação, vieram muitas dúvidas sobre o funcionamento do sistema após tanto tempo parado.

Redlich apresentou detalhes de todo o trâmite durante sessão virtual desta quinta-feira (30), na Câmara de Vereadores. Disse que ao longo dos últimos anos ocorreram muitos problemas. Um deles foi a disputa judicial sobre a posse do prédio. O INSS alegava ser dono do imóvel onde fica a Secretaria de Saúde só depois de uma sentença judicial foi possível fazer a reforma da sala para instalação, isso só no ano passado. Também no ano passado foi feita reforma da rede elétrica. Portanto, a parte estrutural agora está concluída.

Mas ainda faltam trâmites burocráticos para que o equipamento possa atender a população. O aparelho também já passou por testes e está funcionando. Demais serviços atrelados exigidos por lei já foram cumpridos. Agora está o trâmite burocrático junto à Vigilância Sanitária Estadual, para obter o alvará e, então, passar a funcionar.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.