Geral

19/08/2019 09:26

CUIDADO

Procon orienta consumidores para evitar golpes na hora de pagar boletos

Elvis Lozeiko / Jornal A Gazeta / Arquivo

Harriet dá dicas para o consumidor não cair em golpes

Layra Olsen - layra@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O Procon de São Bento do Sul tem recebido alguns casos de fraudes em boletos bancários. Por isso, o órgão pede que o consumidor tenha cuidado redobrado, verifique as informações contidas no documento, inclusive nome do emissor e nome do banco para atestar a veracidade da cobrança antes de efetuar o pagamento, evitando transtornos futuros.

A diretora, Harriet Hackbarth, conta que nesta semana um são-bentense perdeu cerca de R$ 6 mil ao acreditar que estava quitando as últimas parcelas do financiamento do seu carro. Ele pediu o boleto através do chat on-line da BV Financeira e só percebeu que o documento havia sido adulterado depois que saiu o nome de outra pessoa como beneficiária. Para tentar reaver o montante, registrou um Boletim de Ocorrência. Já o Procon abriu procedimento contra o CNPJ que estava inscrito no boleto e também contra a empresa de financiamento.

Outro golpe que tem se tornado comum envolve os anúncios falsos de varejo que aparecem no Facebook, no Instagram e demais redes sociais. As ofertas geralmente aparecem em post patrocinado de alguma grande loja de varejo, como Ponto Frio, Magazine Luiza ou Lojas Americanas. Ao clicar, o consumidor é direcionado para um site idêntico ao da empresa, com menu e logotipo igual. “Parece muito verdadeiro. Muitas pessoas clicam ali e fazem a compra e quando vem ao Procon não conseguem mais informar o link do site”, diz.

Geralmente, para conseguir o produto com o desconto ofertado, pede-se o pagamento em boleto. Assim, estelionatários têm agido para induzir clientes a pagarem por compras que nunca serão entregues.

Harriet orienta, portanto, que o comprador evite clicar em links e sempre procure o site, o aplicativo ou as redes oficiais da empresa que deseja comprar através do buscador Google. Quando o boleto é encaminhado por e-mail, é preciso ficar atento aos dados contidos e o endereço do e-mail do remetente, pois quando trata-se de fraude o nome do usuário não corresponde ao da loja.

Além de checar se a veracidade da página, é importante desconfiar de promoções extremamente atraentes porque geralmente servem de isca para enganar o usuário. “A maioria cai porque os descontos são grandes, chegam a 50%”, comenta.

Suporte
Caso o cidadão sinta-se lesado, prejudicado ou observe práticas criminosas, pode procurar o Procon. O espaço está situado na Rua João Kiem, 36, no Centro, ao lado da Milium. O horário de atendimento é das 10 às 16 horas, de segunda a sexta-feira, sem fechar para o almoço. Os telefones são o 3634-1001 e 151. Já o e-mail é proconsbs@saobentodosul.sc.gov.br.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.