Política

Siga-nos nas redes sociais

04/02/2020 07:38

MAIS UM

Presidente do MDB protocola pedido de cassação contra Magno Bollmann

MARCELLO MIRANDA / JORNAL A GAZETA

Prefeito de São Bento do Sul já foi condenado por improbidade administrativa

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Agora são cinco as denúncias protocoladas na Câmara de Vereadores que podem resultar na cassação de mandatos. Segunda-feira (3), a presidente do MDB, Adriane Ruzanowski, apresentou denúncia contra o prefeito Magno Bollmann (PP), o acusando de prevaricação no episódio envolvendo o vice-prefeito Márcio Dreveck (PP), e também por conta de sua condenação no caso do Pró-Jovem, uma ação em que o prefeito foi condenado por improbidade administrativa. Também por responder a outras ações.

Esta denúncia contra Bollmann ainda precisa ser analisada pelo departamento jurídico da Câmara para então ser votada em plenário e, caso aprovada, então será instaurada nova comissão para apurar as condutas do prefeito. Em todos os casos, a punição pode chegar à cassação de mandato.

A denúncia assinada por Adriane é uma “resposta” à ação movida na Câmara contra o ex-prefeito e vereador Fernando Mallon (MDB). Ele foi denunciado por suposto crime cometido enquanto prefeito de São Bento, abrindo com isso precedente para que agora o MDB desse o troco, movendo ação contra Bollmann pelo mesmo motivo.

Mais quatro casos

Outros processos em tramitação na Câmara envolvem o vice-prefeito Márcio Dreveck, e os vereadores César Godoy (PSB), Fernando Mallon (MDB) e Jaime Lima (PSDB). Os casos de Dreveck e Godoy já estão em andamento, com as comissões trabalhando, ouvindo testemunhas e prestes a emitirem seus pareceres. As denúncias contra Mallon e Jaime para criação das comissões de investigação serão votados na sessão da segunda-feira da próxima semana, dia 10, pois as denúncias foram feitas ainda no ano passado.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desta terça-feira (4).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.