Geral

07/11/2018 10:47

A PARTIR DE 2019

Prefeitura pretende suspender pontos facultativos e sindicato contesta decisão

Elvis Lozeiko / Arquivo

Adriana critica decisão do prefeito em acabar com pontos facultativos

Elvis Lozeiko - elvis@gazetasbs.com.br
São Bento do Sul

Durante uma reunião do comitê gestor da Prefeitura são-bentense, realizada na semana passada, saiu uma definição que envolve o fim de um antigo impasse: os pontos facultativos. Objetivo é que a partir de 2019 não sejam mais feitas as “emendas” de feriados que caem na quinta-feira ou na terça-feira. A decisão partiu do próprio prefeito Magno Bollmann (PP), dizendo ser um antigo pedido da comunidade.

Num levantamento prévio, constatou-se que no próximo ano teriam apenas duas datas – carnaval e Corpus Christi -, mas nos próximos dias será feito um decreto oficializando a mudança. Tão logo saiu a decisão, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais se manifestou contra a medida. "A suspensão do descanso extra é demagógica, sendo feita para reverter a popularidade da atual administração", posicionou-se a entidade, por meio de nota.

Segundo a presidente Adriana Bombassaro Zanella, "a suspensão do ponto facultativo é pouco louvável e improdutiva", continua ela, "em razão de que os professores devem lecionar duzentos dias letivos, com ou sem ponto facultativo, já previsto no calendário escolar no início do ano letivo". De acordo com Adriana, nos feriados a demanda do serviço público naturalmente cai. "E o servidor no trabalho deixa de consumir com comércio, alimentação e lazer”, critica.

Comentários

Data: 25/10/11 17:23 De: COMUNICACAO OFICIAL DO GOVERNO Prezado(a) Senhor(a), Dando continuidade à adequação da estrutura organizacional no Sistema de Gestão de Protocolo Eletrônico (SGP-e), informamos que iremos realizar os trabalhos referentes ao Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (IPREV) nos dias 28, 29 e 30 de outubro de 2011, ponto facultativo e final de semana, a fim de não prejudicar o expediente e a tramitação de processos no sistema.
Paulo 12/11/2018 12:02
 
A prefeitura pode cortar os pontos facultativos, as escolas e creches já tem um substituto a altura... chama-se conselho de classe, ou "treinamentos" bem nos dias que emendam com feriados. Nós, os idiotas que pagam impostos que se virem pela falta dos serviços municipais.
Daniel Sabatke 09/11/2018 08:24
 
Já está na hora dos servidores públicos entenderem que não são seres humanos especiais, acima de todos os outros. E que na relação capital x trabalho o trabalhador recebe o seu salário em troca do seu trabalho. Não é feriado, tem que trabalhar.
Milton Tokarz 09/11/2018 08:23
 
Deixe seu comentário

+ sobre Geral

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022