Política

07/06/2021 13:54

BRIGA

Prefeito Tomazini comenta confusão entre médicos no Hospital Sagrada Família

ARQUIVO / JORNAL A GAZETA

Hospital confirmou ocorrência, mas não divulgou mais detalhes

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Um áudio circulou com intensidade na semana passada em São Bento do Sul envolvendo um caso de agressão dentro do Hospital e Maternidade Sagrada Família. Em pouco mais de 30 segundos de áudio, um homem detalha que um médico atuante no hospital agrediu fisicamente outro profissional do local, pedindo providências para o fato. A agressão teria ocorrido durante o plantão na noite de quarta-feira (2), e o agressor deixou o local após o fato.

O prefeito Antonio Tomazini (PSDB) comentou sobre a briga entre médicos. Para ele, que também é médico, o problema está no nível de estresse dos profissionais devido à alta demanda e todos os problemas decorrentes da pandemia. Tomazini lamenta o fato, mas diz que esse tipo de desentendimento e agressão está ocorrendo com frequência em todo o Brasil justamente devido ao esgotamento das equipes.

Como não existem médicos e outros profissionais da área disponíveis para serem contratados, para dar conta de atender a população é necessário que alguns atuem em longas cargas horárias e com isso surge o estresse e até agressões. Como a questão envolve o hospital e não a Prefeitura, Tomazini diz que torce para que tudo possa ser resolvido entre os profissionais.

PM acionada
A Polícia Militar foi acionada no dia da ocorrência e esteve no local por volta das 19 horas. Segundo relato da vítima, o agressor teria se exaltado, o empurrado e desferido um soco em sua face, sendo contido pelo segurança do hospital. Quando os militares chegaram, o agressor já havia saído do hospital, como é citado no áudio. Diante disso, os militares orientaram os envolvidos sobre como proceder e realizaram um boletim de ocorrência.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.