Política

31/03/2021 09:03

PECULATO

Polícia Civil vai investigar caso da entrega de areia em Rio Negrinho

DIVULGAÇÃO

Vizinhos fotografaram a entrega e fizeram a denúncia

Fabiano Kutach - fabiano@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

A Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar possível crime de peculato praticado pelo agora ex-secretário de Infraestrutura, Eloy Schoeffel, o Kempa. Ele pediu exoneração na noite de segunda-feira (29), após sofrer pressão por conta de uma carga de areia que havia sido entregue na casa de um funcionário da Prefeitura, usando para isso também um veículo público.

De acordo com o delegado Rubens Passos de Freitas, foi encaminhado ofício para a Prefeitura solicitando informações acerca do ocorrido, buscando saber quem teria autorizado, quem teria solicitado, valor do material supostamente desviado, dentre outras. Ele diz que o inquérito policial foi instaurado para apurar, a princípio, a prática do crime de peculato (na modalidade desvio), que ocorre quando o funcionário público dá à coisa destinação diversa da exigida, em proveito próprio ou de terceiro.

Entenda o caso

Kempa teria admitido que autorizou a entrega da areia. Segundo ele, o material é recolhido das ruas, e o servidor havia perguntado se poderia levar o material para casa, recebendo a concordância do ex-secretário. Com uma caçamba da Prefeitura de Rio Negrinho, ele carregou o material e levou até sua casa, localizada no bairro São Rafael. Porém, o caso foi registrado de denunciado nas redes sociais.

Por conta da pressão, Kempa resolveu pagar uma guia no valor de R$ 300, a título de pagamento pela areia, e pediu exoneração do cargo de secretário. “Ele assumiu a culpa. Explicou que o motorista perguntou se poderia pegar a areia, e o Kempa autorizou. Mas ele sai de cabeça erguida, pagou a guia pela areia. Assumiu a culpa e pediu a exoneração. Ele não é mais nosso secretário. Sai de cabeça erguida, merece nosso respeito”, explicou o líder de governo e vereador Rodrigo dos Santos, o Dido (PL).


Confira mais notícias no jornal impresso desta quarta-feira (31). Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.