Geral

14/08/2019 08:21

SOLIDARIEDADE

Panificadora doa sobra de pães para pessoas carentes em Rio Negrinho

Christian Hacke / Jornal A Gazeta

Proprietários se sensibilizaram após muitas pessoas pedirem por comida no estabelecimento

Christian Hacke - christian@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

Os proprietários da Panificadora Pandeli, localizada no bairro Ceramarte, estão dando um show no quesito solidariedade. Após diversos pedidos de donativos recebidos da comunidade carente, eles decidiram doar os pães e outros doces que sobram de um dia para o outro. A campanha tem dado resultado e auxiliado muitas famílias pobres da região.

Amanda Klein e Neuzildo Gruber abriram o empreendimento há exato um mês e ainda estão tentando entender direito como uma panificadora funciona. "A gente fornece o pão aqui e no começo faltavam alguns. Começamos a pegar mais pães e tinham alguns dias que faltavam, outros que sobravam. E dava muita dó de jogar fora quando sobram", comentou Neuzildo.

Certo dia um menino foi até o estabelecimento, que fica situado na Rua Nereu de Assis, e pediu comida, pois estava com muita fome. "Aquilo mexeu com a gente e precisávamos fazer algo. Optamos por não vender o pão dormido, aquele de um dia para o outro, porque muita gente acaba julgando mal. Em outro dia veio outro menino e pediu pão, mas já tinham acabado os pães frescos. Falei que tinha o de ontem e ele levou uma sacola pra casa", citou Gruber.

Comovidos com a cena, os empresários decidiram adaptar uma campanha vista pela tia de Amanda na televisão. "Minha tia viu uma ação bem legal em uma panificadora de Chapecó e mandou pra gente. Gostamos da ideia e pensamos: por que não? Ou o pão vai fora ou a gente levava pra casa, mas ajudar o próximo é sempre bom e isso volta pra gente de outras formas", comentou Amanda.

No final de uma tarde ela colocou algumas sacolas de pão do lado de fora da vitrine e percebeu que algumas pessoas passavam pegar. Apesar de estar se habituando com o novo negócio, o casal está bem confiante que a ação trará bons frutos e negócios. "Não é todo dia que tem sobra, porque nossa demanda é pequena ainda. Mas sempre que sobrar, vamos doar", ressaltou Neuzildo.

Veja mais detalhes sobre a boa ação no jornal impresso desta quarta-feira (14).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.