Política

15/07/2021 12:29

EXECUTIVO

OUÇA: Servidor grava bate-boca com secretário de Obras, Jairson Sabino

ALEXANDRE CARVALHO / JORNAL A GAZETA / ARQUIVO

Discussão com secretário foi gravada pelo servidor

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A situação na Secretaria de Obras está longe de ser tranquila. Nesta quarta-feira (14), um vídeo gravado por servidor público tem circulado via WhatsApp onde registrou bate-boca entre um operador de máquina e o secretário de Obras, Jairson Sabino. O servidor reclama ter retornado de férias e retirado da máquina que estava habituado a operar. O vídeo completo está no final da matéria.

Sabino inclusive diz que se o servidor não saísse do local, poderia chamar a polícia. O motivo para o servidor ser colocado “na geladeira” é um suposto revezamento entre as equipes. “Quem manda aqui?”, questionou Sabino. “Você não é. É o povo”, retrucou o servidor. “Eu não te devo satisfação. Você acha que eu não mando aqui”, reforçou Sabino em outro trecho.

O questionamento do servidor era em torno do motivo para ser retirado da máquina em questão, e Sabino dizia que não havia motivo, e era para o servidor ficar na Secretaria de Obras à disposição para ser chamado quando houver serviço. “Eu já disse que não tenho porque te dar satisfação. Qual parte você não entendeu?”, disse Sabino.

Ainda em meio às discussões, o servidor questionou a forma ditadora como o secretário vem conduzindo a pasta, assim como a educação dele. “Saia da minha presença”, disse o secretário e imediatamente recebeu a resposta: “sai se diz para cachorro”, retrucou o servidor.

Toda a gravação tem aproximadamente seis minutos. As imagens estão escuras porque o celular estava no bolso do servidor e somente o áudio foi captado. Ouça abaixo, na íntegra, o conteúdo do vídeo.


Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.