Esportes

27/11/2020 11:20

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Novo decreto suspende treinos e esportes coletivos em São Bento do Sul

MATHEUS MÜLLER / JORNAL A GAZETA / ARQUIVO

Futebol entre amigos está novamente suspenso

Layra Olsen - layra@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Na reunião semanal do Comitê de Crise da Covid-19, realizada ontem, foram definidas novas restrições para São Bento do Sul. As regras tiveram que ser alteradas por conta da curva crescente de contaminados e, principalmente, diante da classificação do Planalto Norte no mapa de risco do governo do Estado.

Atualmente, a região está no nível “gravíssimo”, assim como a maioria dos municípios catarinenses. O novo decreto será publicado hoje e tem validade até 10 de dezembro. Clique aqui para conferir as principais mudanças do novo decreto.

Em relação às atividades esportivas, o calendário de eventos esportivos organizados pela Fundação Municipal de Desportos (FMD), assim como outras ações da iniciativa pública e privada, além dos treinos e competições amadores de contato corporal ou que propiciem aglomerações de pessoas (futebol, vôlei, bocha, sinuca, baralho, boliche, handebol, basquete, jiu-jitsu, boxe, entre outras), estão suspensos.

O decreto ainda prevê que as quadras públicas e particulares e os ginásios de esportes tem que fechar para a prática de esportes coletivos. No momento, são permitidas somente atividades físicas individuais.

Academia e similares
Academias de ginástica, musculação, crossfit, funcionais, estúdios, danças, escolas de natação, tênis, práticas integrativas, pilates, estão aptos a atender com, no máximo, 30% da capacidade total. Os praticantes ainda precisam portar máscara, toalhas de uso pessoal e manter os cabelos presos. Os bebedouros com jato d’água seguem lacrados, sendo permitido o uso daqueles abastecidos com bomba d’água e manejados com copos descartáveis. 

Esteiras, bicicletas ergométricas e similares precisam estar dispostas de forma intercalada (uma em funcionamento e uma sem uso) ou com pelo menos um metro e meio de distância entre elas. Os vestiários continuam fechados para banhos e trocas de vestimentas, assim como segue vedado o uso de luvas para a prática de musculação. Clientes que integram grupos de risco ou que apresentam sintomas de gripe e resfriado não podem frequentar essas atividades.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.