Geral

09/08/2019 09:16

SEGURANÇA PÚBLICA

Novo comandante da Polícia Militar comenta sobre sua forma de trabalho

Alexandre Carvalho / Jornal A Gazeta

Major Kuze assumiu na quarta-feira (7) o comando do batalhão local

Alexandre Carvalho - alexandre@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O novo comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar de São Bento do Sul - responsável também por Rio Negrinho e Campo Alegre -, major João Carlos Benassi Borger Kuze, falou quinta-feira (8) sobre a forma como pretende dar continuidade ao trabalho que vinha sendo realizado pelo tenente-coronel Fabiano Dias Perfeito, o qual será promovido ao posto de coronel da Polícia Militar, e segue então para a reserva remunerada.

O major entrou para a PM em 1998, se formando na transição de 2000 para 2001. Kuze tem um longo e respeitado currículo dentro da corporação, com passagens pela Força Nacional de Segurança e pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Ele diz ser uma pessoa simples, e que gosta de atuar nas ruas junto de sua tropa. Kuze explica que estando nas ruas junto dos policiais consegue avaliar melhor os resultados dos treinamentos e o modo de operação com a prática.

Kuze disse também que gosta de trabalhar com projetos. “Planejo minhas horas, não apenas meus dias. Nos domingos planejo toda minha semana e ao longo dos dias faço um refinamento desse planejamento hora a hora, para trabalhar com produtividade máxima e meu nível de entrega é grande, mas sou uma pessoa muito simples”, comentou.

O novo comandante da PM disse ainda que gosta de trabalhar seguindo três pilares: treinamento, operação e instrução. “Gosto de me manter treinado. Gosto que minha tropa participe de treinamentos constantes, se aprimorando constantemente. Gosto de operar, de estar junto nas ruas. É obvio que pela minha função agora não consigo estar o tempo que gostaria nas ruas, mas vou destinar parte do meu tempo para estar circulando”, garantiu.

Veja mais informações sobre a carreira do major no jornal impresso desta sexta-feira (9).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.