Geral

22/05/2020 08:09

SINAL DE ALERTA

Nível da represa começa a preocupar abastecimento de água em São Bento

DIVULGAÇÃO

Água quase já não passa pela barragem do rio Vermelho

Alexandre Carvalho - alexandre@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) de São Bento do Sul, Fridolino Van Den Boom, disse quinta-feira (21) que, apesar no nível da represa do rio Vermelho, que abastece a cidade, ainda ser considerado normal, a estiagem na região já começa a preocupar. Isso porque as previsões para os próximos 30 dias não são de chuvas significantes, o que pode causar uma baixa no nível de represamento de água na barragem.

Fridolino contou que na tarde de quinta algumas poucas correntes de água ainda estavam passando por cima da barragem. “Mas se formos fazer uma comparação com a última matéria que fizemos, há aproximadamente 20 dias, percebemos que houve uma diminuição no nível. Nada que nos faça, por enquanto, pensar em racionamento, mas já aumentou nossa preocupação quanto à estiagem”, disse.

No próximo fim de semana os principais serviços de previsão do tempo apontam que a chuva voltará a cair em São Bento e região. Mas, como não chove consideravelmente há meses, as expectativas se voltam para quanto os rios e represas da região irão se recuperar com a chuva que está por vir. “Mas é importante destacar que neste momento ainda estamos tranquilos. Estamos ainda dentro do aceitável, mas a gente já percebe uma diminuição do nível do rio, isso ascende um alerta”, reforçou o presidente.

Confira todos os detalhes da estiagem na região no jornal impresso desta sexta-feira (22).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.