Geral

25/11/2021 10:23

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Não é mais obrigatório usar máscara em ambientes abertos em Santa Catarina

Elvis Lozeiko / Jornal A Gazeta / Arquivo

Uso é opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

Estadual

O governador Carlos Moisés assinou nesta quarta-feira (24) o decreto que flexibiliza as regras para o uso de máscaras em Santa Catarina. O uso delas se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso continua obrigatório.

Além disso, o governo permite a realização de todos os tipos de eventos, inclusive esportivos. As medidas vêm em um momento de redução do contágio no Estado, diminuição do risco potencial e do avanço da vacinação. “Da mesma forma como fomos o primeiro estado a adotar medidas restritivas no início da pandemia e um dos primeiros a retomar as atividades econômicas, também estamos saindo na frente em mais um passo na direção da volta à normalidade”, ressalta o governador.

Na avaliação de Carlos Moisés, esse passo se tornou possível e seguro graças ao avanço da vacinação. “Hoje somos um dos estados com maior percentual da população vacinada e temos cobertura superior à de quase todos os países desenvolvidos. Tudo isso dá segurança para avançar mais”, acrescenta.

Nas cidades
Vale destacar que cada município tem a possibilidade de ser mais restritivo, se assim entender e se o cenário exigir que assim seja. Na região, as prefeituras ainda não se manifestaram a respeito da flexibilização estadual, mas assim como vem fazendo nos últimos tempos, deve seguir as decisões do governo catarinense.

Onde é preciso de máscara?
De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o uso de máscara de proteção individual segue obrigatória em espaços públicos e privados fechados, incluindo no transporte público coletivo, e em espaços abertos onde não seja possível manter o distanciamento, com exceção dos espaços domiciliares.

“Em ambientes abertos, com ventilação natural, sem aglomeração e mantendo um distanciamento de 2 metros entre outras pessoas, com o nível de casos reduzindo em todo o estado, é relativamente seguro permanecer sem máscaras, mas em ambientes fechados, sem ventilação, e mesmo em ambientes abertos com aglomeração, é arriscado ficar sem máscaras”, afirma o superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário.

Cobertura vacinal
Mais de 93% da população vacinável em Santa Catarina já recebeu ao menos a primeira dose e aproximadamente 80% completou a imunização. Considerando a população total, esses percentuais são de 78% e 66%, respectivamente, ambos entre os maiores do país.

Santa Catarina tem, atualmente, uma taxa de letalidade por Covid-19 de 1,6% dos infectados, a menor entre os estados do Sul e Sudeste e a terceira menor do país. A taxa nacional é de 2,8%.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.