Segurança

27/05/2020 11:09

INVESTIGAÇÃO

Mulher acusada de ser líder de facção criminosa é presa em Rio Negrinho

DIVULGAÇÃO

Operação da Polícia Civil foi no Centro de Rio Negrinho

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

Uma mulher, considerada uma das líderes de uma facção criminosa atuante em Santa Catarina, foi presa pela Polícia Civil de Rio Negrinho durante a tarde de terça-feira (26). A ação contou com apoio operacional da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Bento do Sul. A prisão foi no Centro da cidade, através do cumprimento do mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça, sem que ela reagisse a ação.

O mandado judicial foi expedido em inquérito policial instaurado para apurar o crime de homicídio qualificado, na forma tentada. Durante as investigações, a Polícia Civil angariou elementos que confirmam que a mulher foi mandante do crime, tendo determinado a dois criminosos vinculados a ela que assassinassem a vítima.

Ordem cumprida

Os autores do crime teriam cumprido a ordem de assassinato, em virtude de trabalharem como subordinados da criminosa no tráfico de drogas. Um dos envolvidos está preso, e o outro foragido. Segundo a investigação da Polícia Civil, foram levantados elementos indicando que a motivação do crime seria uma retaliação por parte dos integrantes da facção criminosa contra a vítima, a qual, teria manifestado opinião negativa à organização criminosa.

A Polícia Civil destaca que a mulher ainda é investigada por crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e estelionato, podendo ainda ter envolvimento com outros homicídios ocorridos na cidade. Agora, ela permanecerá presa durante o trâmite do processo judicial. Os nomes dos envolvidos não foram repassados à imprensa.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.