Segurança

22/02/2021 14:52

QUEIMADA

Morador coloca fogo no mato e perde controle da situação, no Colonial

ANNA CAROLINA AZÊDO / JORNAL A GAZETA

Bombeiros foram acionados para deixar local em segurança

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Chamou a atenção na noite de domingo (21), por volta das 20h30, o deslocamento de dois caminhões do Corpo de Bombeiros sentido bairro Colonial. Apesar do "barulho", tratava-se apenas de um fogo no mato na Rua Arapongas. O morador perdeu o controle da situação e o fogo se alastrou com rapidez, indo em direção à residência. Os bombeiros controlaram o fogo e deixaram o local em segurança.

Queimadas (sem controle) podem causar sérios prejuízos à fauna e à flora, reduzindo a cobertura vegetal, diminuindo a fertilidade do solo e comprometendo a qualidade do ar e, consequentemente, a saúde humana, provocando vários tipos de doenças, principalmente respiratórias.

Prática ilegal

Em São Bento do Sul são recorrentes relatos de queimadas para limpeza e eliminação de resíduos em quintais e terrenos baldios. Esta prática é ilegal pela legislação federal, estadual e pelo Código de Posturas do município. Neste caso, independentemente da causa, a lei prevê notificação e até multa aos responsáveis.

Normalmente, quando uma situação é reportada ao poder público, um servidor se desloca até o local e orienta, pois dificilmente consegue pegar o infrator no ato. Muitos aproveitam para fazer uso indiscriminado do fogo no fim de semana ou à noite, momento em que não há fiscalização.

Se há reincidência, é emitida uma notificação e gerada multa. O valor é definido conforme a gravidade e as circunstâncias, mas geralmente é superior a 29 Unidades Fiscais Municipais (UFM), o que em valores atualizados deve custar mais de R$ 163,85. Denúncias devem ser feitas na ouvidoria da Prefeitura, através do telefone 3631-6072, ao avistar uma prática ilegal. O setor, logo, encaminha a ocorrência aos departamentos e profissionais responsáveis.

Confira mais notícias no jornal impresso desta segunda-feira (22). Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414, por apenas R$ 33,00 mensais.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.