Geral

01/10/2019 07:23

REPERCUSSÃO

Mais comissionados envolvidos com "contribuições" devem ser exonerados

Elvis Lozeiko / Jornal A Gazeta / Arquivo

Prefeitura deve fazer ajustes no quadro de funcionários para garantir bom andamento da máquina pública

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O então diretor do Departamento de Comunicação, Ricardo Baum, foi exonerado da função, nesta segunda-feira (30) à tarde. Ele estava no cargo desde o início do ano passado. A saída está ligada ao caso que envolve o vereador César Godoy, pois Baum foi assessor parlamentar e indicado por Godoy para a função. Agora a dúvida é saber quem exercerá a função, já que desde o início da gestão atual o setor de imprensa sempre foi bastante criticado.

Em setembro, quando A Gazeta publicou os depoimentos prestados no caso Godoy, Ricardo Baum afirmou que fez três "contribuições", de 4% a 5% de seu salário. Os repasses, segundo ele, foram entregues a Michelly Sperandio, secretária do gabinete do prefeito Magno Bollmann (PP) e ocupante de cargo de diretoria no partido. Por fim, ele ainda afirmou que "não lembra de ter recebido recibo" e que desconhecia cobranças de outros comissionados.

Nos próximos dias outras pessoas que tiveram algum tipo de participação nos episódios envolvendo o vereador César Godoy e o vice-prefeito Márcio Dreveck também devem ser exoneradas. Algumas bem próximas ao gabinete, pois objetivo é justamente mostrar para a população que a administração e, principalmente o prefeito, não compactua com nada do que aconteceu ou foi dito nos depoimentos. Desde sexta-feira (27) passada, outras quatro pessoas envolvidas no caso também deixaram seus cargos.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desta terça-feira (1).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.