Geral

21/06/2022 15:41

DESLIZAMENTO

Mais 5 casas podem ser afetadas com risco de deslizamento em São Bento

DIVULGAÇÃO

Cerca de 1 metro já cedeu e local segue sendo monitorado

São Bento do Sul

A Prefeitura de São Bento do Sul recebeu na segunda-feira (20) o laudo do geólogo Aharon Israel Varreiro Saldanha, da Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), sobre a situação da Rua Jaraguá do Sul, no bairro 25 de Julho. No local, desde o começo do mês, rachaduras surgiram no solo e parte da via já baixou cerca de 1 metro, obrigando à interdição de duas residências.

Em uma das casas interditadas havia morador, o qual retirou os pertences e parte da madeira do imóvel para construir uma casa em novo local. A outra residência estava desabitada. De acordo com o geólogo, a região é de alto risco, suscetível a enxurradas, deslizamentos, pois as residências estão em um terreno de alta declividade.

Aharon explica que no local foram realizados cortes e aterros irregulares para implantação das casas. Desta forma, a mistura entre irregularidade das construções e o alto risco geológico natural do terreno, aliado a fatores externos, como chuvas excessivas ou rompimentos de rede de água e drenagem, podem causar rachaduras e deslizamentos. “O risco de deslizamento da área é iminente”, alertou.

Mais cinco casas
Apesar de já existirem duas casas interditadas, no laudo o geólogo aponta que dependendo da evolução do problema, outras cinco residências podem ser afetadas e também serem interditadas. Ainda conforme o resultado do estudo, está proibida a utilização de maquinário de qualquer tipo para mexer no terreno.

O geólogo cita que este trabalho só poderá ser feito com acompanhamento técnico especializado e após um projeto executivo aprovado. “Com este laudo, a Defesa Civil, a Secretaria de Planejamento e Urbanismo e a Secretaria de Obras vão se reunir para vermos qual procedimento adotar”, disse o diretor da Defesa Civil, Vilmar Kravec. Por conta da situação de risco, a Defesa Civil municipal deve seguir monitorando a área por tempo indeterminado, com atenção especial em períodos de chuva intensa e volumosa.

  • YouTube: Inscreva-se para assistir as matérias de A Gazeta.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.