Geral

29/11/2021 11:21

EDUCAÇÃO

Maioria dos pais apoia a ensino integral em duas escolas de São Bento do Sul

DIVULGAÇÃO

Pesquisa foi feita com duas escolas de São Bento

Layra Olsen - layra@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A comunidade escolar é favorável a implantação de duas unidades com formação integral na rede municipal de São Bento do Sul. Pesquisas foram feitas com os pais dos alunos da Alexandre Pfeiffer e da Denise Christiane Harms, instituições que comportarão o novo modelo de ensino em 2022 que irá atender, inicialmente, até o 5º ano.

No caso da Alexandre Pfeiffer, 80,3% simpatizam com a mudança. Já na Denise Harms, o índice de aprovação foi de 61,5%, com 38,5% votos contra. Agora, as escolas passarão por uma remodelação para assegurar que os estudantes tenham uma grade diferenciada e integrada, com atividades socioemocionais, arterapia, jogos, pesquisas científicas e laboratórios, ou seja, muito além do conteúdo ensinado em sala de aula.

O secretário de Educação, Josias Terres, explica que os documentos foram assinados pelos pais/responsáveis. Houve resistência por parte de um grupo, que foi atendido em uma nova reunião realizada na noite de quinta-feira. “Esclarecemos a importância de ter uma escola integral, principalmente para atender as famílias que trabalham e a criança fica vulnerável em casa. Muitos entenderam que se não optarem por essa modalidade, terão amparo em outras unidades próximas”, conta.

Vagas
Devido à grande procurar por vagas na Escola Integral, a Secretaria de Educação estará lançando um cadastro reserva, com critérios para atender alunos de outros bairros, se eventualmente tiverem vagas remanescentes. A prioridade será atender os estudantes que fazem parte do zoneamento das duas escolas.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.