Política

17/09/2019 08:24

JUSTIÇA

Liberdade negada e instauração de três novos inquéritos no caso César Godoy

Arquivo / Jornal A Gazeta

Vereador César Godoy deve permanecer preso em Mafra

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A juíza Giovana Maria Caron Bósio Machado, da 3ª Vara da Comarca de São Bento do Sul, negou mais um pedido de liberdade feito pela defesa do vereador César Godoy (PSB), que, por­tanto, segue no Presídio Regional de Mafra desde 21 de agosto. Segundo a magistra­da, os advogados do parlamentar não pro­duziram quaisquer provas para que a pri­são preventiva dele seja revogada.

Na Justiça, Godoy responde por concussão, corrupção passiva e coação no curso do processo. Conforme a juíza, há “fortes indícios” de que o vereador compelia seus indicados detentores de cargos comissionados a pagar uma porcentagem de seus vencimentos, entre outros detalhes.

Na mesma decisão, datada de sexta-feira (13), Giovana Machado pede à Polícia Civil de São Bento do Sul a instauração de três novos inquéritos, por conta dos desdobramentos que o “caso Godoy” está tomando. Na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira (16), foi votada pela suspensão do pagamento de salários enquanto o vereador estiver preso.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desta terça-feira (17).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.