Política

13/08/2019 07:31

INVESTIGAÇÃO

Julgamento é adiado para setembro e Márcio Dreveck continua preso

Arquivo / Jornal A Gazeta

Vice-prefeito de São Bento foi levado para o Presídio Regional de Mafra

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

O julgamento do vice-prefeito Márcio Dreveck (PP), que estava previsto para começar nesta semana, acabou sendo adiado. A nova data, conforme apurou a coluna, ficou para setembro. Até lá, o vice-prefeito deve permanecer preso.

Entre os motivos que se alegou para transferência da data seria suposta perda de prazo por parte da defesa do vice-prefeito, o que é negado pelo advogado Arão dos Santos. “Não há como dizer que a defesa não se manifestou em tempo hábil, pois o cumprimento de prazo é um dever do advogado e nós apresentamos a defesa no tempo hábil”, afirma.

Outra corrente já diz que a data foi transferida por conta do período de férias da juíza responsável pelo caso. Por conta disso, então a data do julgamento ficou para o retorno da magistrada. Ainda em relação à defesa de Dreveck, o advogado Arão dos Santos disse que não pode informar mais detalhes sobre a linha a ser utilizada no caso.

NÃO SERÁ O ÚNICO
Ainda conforme a apuração de A Gazeta, no mesmo julgamento será analisado e julgado o caso envolvendo o ex-secretário de Obras Paulo Ziewfka. Ele foi denunciado pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil, por suposto envolvimento na apuração que resultou na prisão do vice-prefeito Márcio Dreveck.

Desde que foi intimado a prestar esclarecimentos na delegacia, Ziewfka pediu exoneração do cargo e nos próximos dias vai assumir seu mandato de vereador. Paulo está licenciado da Câmara desde o início da gestão e garante estar tranquilo porque não fez nada de errado.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desta terça-feira (13).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.