Segurança

13/09/2018 10:07

PROTESTO

Homem que protestava na Prefeitura tinha mandado de prisão em aberto

Elvis Lozeiko

Momento em que policiais conversavam com Guedes Junior, preso logo depois

Elvis Lozeiko - elvis@gazetasbs.com.br
São Bento do Sul

Luiz Guedes de Alencar Júnior, que atuou como um dos líderes dos manifestantes que ocuparam no hall da Prefeitura de São Bento, quarta-feira (12), estava com um mandado de prisão em aberto, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em 4 de setembro. De acordo com informações, a PM efetuou a detenção dele e encaminhou a ocorrência para conhecimento do Poder Judiciário local.

A detenção, porém, não tem qualquer ligação com o ocorrido na Prefeitura, quando pessoas pediam água e luz no terreno que invadiram no bairro Colonial. Luiz Guedes foi condenado em primeira instância pela juíza Thaís Fortunato Bim à pena de 2 anos e 6 meses de reclusão, por denunciação caluniosa, no caso, por imputar injustamente a dois policiais militares paulistas a suposta prática de abuso de poder, constrangimento ilegal e prevaricação.

A juíza substituiu condenação por prestação de serviços comunitários, mas como ele não cumpriu, ela converteu a decisão pela pena privativa de liberdade, em regime aberto. Cabe recurso à decisão.

Veja mais informações sobre a manifestação no jornal impresso desta quinta-feira (13).

Comentários

Não há comentários sobre esta matéria. Deixe seu comentário

+ sobre Segurança

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022