Política

20/07/2021 16:22

CONGRESSO NACIONAL

Fundão eleitoral: Entidades da região repudiam aumento de recursos

FABIANE P. COSTA / DIVULGAÇÃO

Acisbs foi uma das entidades que se pronunciou contra aumento

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

Região

A Associação Empresarial de São Bento do Sul (Acisbs), emitiu nota, nesta segunda-feira (19), lamentando o aumento de recursos para o fundo eleitoral. A entidade destaca que o momento de pandemia, com muitas empresas se sacrificando para manter as atividades e os 14 milhões de desempregados deveriam ser prioridades e não garantir recursos para que candidatos façam campanha eleitoral no próximo ano utilizando verbas públicas. A matéria aprovada por deputados federais e senadores aumenta de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões o teto para repasse.

“Ao olhar dos empresários, é injustificável a proposta de reforço do caixa do fundo eleitoral, pelo exagero e momento que o país vive hoje, com mais de 540 mil mortos na pandemia. Num esforço gigantesco de todos os brasileiros e na carência, sobretudo, de recursos públicos, a proposta é inaceitável, provocativa até. O momento é o mais inadequado para isso”, cita trecho da nota.

Diversas outras entidades empresariais pelo país têm se manifestado no mesmo sentido. "O Brasil e os brasileiros vivem um tempo difícil entre o luto ou as suspensões de atividades frente a Pandemia do Covid. Os brasileiros e as empresas há muito tempo não suportam a carga tributária. Algumas ações necessitam ser direcionadas para além do combate à pandemia, recuperação econômica do país, estímulo à competitividade e crescimento das empresas", diz trecho da nota de repúdio divulgada pela Associação Empresarial de Rio Negrinho (Acirne).

Indignação
O assunto também foi tema na Câmara de Vereadores. “Chega a ser patético ter que posar para foto ao lado de deputado que vem aqui entregar emenda”, disse o vereador Darlan Guiliani (Cidadania), ao comparar que as cidades precisam implorar por recursos via emenda parlamentar, e então são destinados R$ 100 mil, R$ 200 mil ou pouco mais. Em contrapartida, os deputados e senadores aprovam na surdina aumento do fundão eleitoral em bilhões de reais. A vereadora Zuleica Voltolini (PP) também lamentou que inclusive parlamentares progressistas tenham votado favorável.


Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.