Geral

09/10/2021 15:52

POSTES PÚBLICOS

Fios soltos na rua: Saiba de quem é a responsabilidade e como denunciar

DIVULGAÇÃO

Leitora enviou imagem de situação registrada no Centro de São Bento

André Lima - andre@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Há algum tempo, moradores de São Bento do Sul têm observado o aumento no número de profissionais instalando e reparando cabos, seja de telefonia ou internet, nos postes públicos do município. Junto com isso, também cresce o número de reclamações em relação a cabos caídos sobre as calçadas ou pendurados na própria rede elétrica. De forma recorrente, vários leitores procuram A Gazeta para questionar o que deve ser feito ao presenciar tal situação.

Mas quem é responsável pelos postes?
A Prefeitura de São Bento do Sul foi procurada para ver o que se pode ser feito nestas circunstâncias. Entretanto, conforme o poder público, a fiscalização da utilização dos postes públicos, o que inclui as empresas de telefonia e internet, é responsabilidade das Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc).

O que é feito nesta situação?
O engenheiro eletricista da Celesc, Paulo Victor Trautmann, relata que sempre que uma irregularidade é constata, a empresa responsável é comunicada para regularizar a situação. "Não havendo providências tomadas pela empresa que efetua o compartilhamento das estruturas, é aberto procedimento administrativo, conforme o contrato entre as partes, o que pode incluir sanções financeiras ou até mesmo impedimento da empresa realizar trabalhos na rede da Celesc em toda a área de concessão", explica.

Como denunciar fios caídos?
Paulo lembra que nem sempre a companhia consegue fiscalizar toda a rede de forma imediata, e por isso conta com o auxílio da comunidade para identificar as irregularidades. "Inclusive, como muitas vezes não é possível diferenciar se trata-se de um cabo de telefonia ou um cabo de energia, é sempre aconselhado que seja feito o informe imediatamente, para que uma equipe da Celesc possa avaliar a situação no local e tomar as providências necessárias", completa.

  • O número para comunicar é o 08000-48-0196.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.