Geral

08/07/2021 15:04

RECLAMAÇÕES

Fim do convênio com hospital de Mafra preocupa e mais; confira a Voz do Leitor

DIVULGAÇÃO

Situação de lixeira em frente ao Britador da Prefeitura, em Campo Alegre

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

Região

Leitora procurou A Gazeta para questionar sobre o fim do convênio entre a Prefeitura São Bento do Sul e o Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra. Ela relata que está há meses esperando por uma cirurgia que sua mãe precisa fazer. A mulher relata que contatou a Secretaria de Saúde para questionar sobre o assunto, e foi informada que o convênio venceu e apenas em agosto um novo contrato deve ser finalizado. Ela ainda questiona se após esse novo contrato será necessário efetuar um novo encaminhamento médico para resolver o problema da mãe.

Segundo a Secretaria de Saúde, o processo para contratação de novo convênio está finalizado e está na fase de orçamento para em breve ir para publicação. "Deverá ficar 30 dias publicado para ampla concorrência entre os hospitais interessados. Portanto, o futuro novo contrato será pactuado com o hospital vencedor do processo licitatório, que pode ou não ser Mafra", explica, por meio de nota enviada à imprensa.

A Prefeitura ainda informa que todas as consultas e cirurgias marcadas anteriormente seguirão da mesma forma, sem necessidade de novos encaminhamentos.

Faixa amarela em Mato Preto

Moradores da Rua Paulo Tschoecke, no bairro Mato Preto, estão indignados por conta de uma faixa amarela pintada no local, segundo uma moradora, por solicitação de uma única família. "Pintaram um pequeno trecho do asfalto com faixa amarela dos dois lados, causando transtorno a nós e também a nossas visitas pois não podem estacionar na frente de nossas casas. Nós concordamos que pintem, mas do início ao fim da rua, e apenas de um lado. Não há necessidade de pintar os dois lados", disse ela.

De acordo com a Prefeitura, o Detru vai fazer um levantamento no local para ver se é necessário corrigir. Se for, vai acertar a questão.

Lixo em frente ao Britador da Prefeitura de Campo Alegre

Separação de lixo

Morador de Campo Alegre reclama da falta de responsabilidade das pessoas que não separam lixo comum do reciclável. Ele enviou a fotografia de um container de lixo que fica em frente ao Britador da Prefeitura, na Estrada Faxinal.

"Já há tempo que a Prefeitura tenta tomar providencias, arrumando as lixeiras, tentando organizar a situação, mas as pessoas que fazem uso da lixeira são tão ignorantes que não entendem que máquina de lavar roupa, colchão e até moveis não podem ser jogados ali. É fácil reclamar da administração, mas se as pessoas não começarem a ter mais responsabilidades, como poderão querer cobrar melhorias dos gestores?", questiona. 

Coleta de lixo no Centro

Morador da Rua Professor Egon Husmann, próximo à Gráfica JL, reclama que há semanas a coleta de lixo no local está sendo realizada de dois em dois sendo, enquanto os moradores do Centro pagam pela coleta diária. "Acho injusto ficarmos pagando por um serviço não feito. Acho que deveriam baixar pela metade a taxa que pagamos, pois se antes vinham tirar todos os dias e agora a cada dois dias, mais do que justo baixarem os valores pela metade", opina.

Em contato com o Samae, a coluna foi informada que a Transresíduos estará sendo notificada para realizar o serviço.

Vacinação contra Covid

Nem só de reclamações vive a Voz do Leitor. A Jaqueline, do bairro Mato Preto, procurou A Gazeta para parabenizar o atendimento das equipes da Secretaria de Saúde que atuam na vacinação contra a Covid-19, no ginásio Annes Gualberto. "As pessoas atenderam com muito carinho e muita paciência", registrou.

Participe

Você também pode enviar a sua reclamação para a Voz do Leitor. Basta enviar uma foto ou vídeo de até 2 minutos relatando algum problema em sua rua ou bairro, para que a situação seja levada às autoridades municipais. Mais do que apenas denunciar, A Gazeta buscará auxiliar a população a cobrar por melhorias nos bairros. Participe enviando sua Voz do Leitor para o WhatsApp (47) 99933-0800, ou clique aqui.


Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.