Geral

22/07/2021 13:37

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Eventos sociais estão liberados em São Bento do Sul; confira as regras

ARQUIVO / JORNAL A GAZETA

No caso de música ao vivo, é necessário buscar autorização na Vigilância Sanitária

Layra Olsen - layra@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Os eventos sociais foram retomados em São Bento do Sul de maneira gradual e monitorada, assim como ocorre em todo o estado de Santa Catarina. Casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, batizados e até formaturas já podem ser realizados com algumas ressalvas e desde que todos os regramentos sanitários vigentes sejam cumpridos.

A diretora do Centro de Vigilância à Saúde (CVS), Silvana Bianco Bauer, lembra que o limite de ocupação dos espaços é condicionado ao mapa de risco potencial para a Covid-19 e há uma operação a ser feita. No nível gravíssimo (vermelho), são permitidas até 60 pessoas. No nível grave (laranja), onde o Planalto Norte se encontra, o número sobe para até 80 e no nível alto para até 100.

Não há restrição de horário, porém, é preciso ter bom senso. A música ao vivo, por sua vez, é permitida com formação instrumental e vocal de até dois integrantes. Além disso, é necessário ter autorização prévia da Vigilância Sanitária.

Demais regramentos

Os espaços devem permitir o controle de acesso dos convidados, com lista de presença. Os organizadores deverão manter a lista de contato dos convidados (nome, documento de identificação, e-mail e telefone) enquanto durar a situação de emergência e prestar apoio, fornecendo as informações ao órgão sanitário quando solicitado para investigação de casos, rastreamento e monitoramento de contatos que possam estar relacionados ao evento.

A portaria estadual, a qual o município está seguindo, ainda exige o uso de máscaras de proteção por todos os convidados e prestadores de serviço, durante todo o período de realização do evento. É permitida, apenas, a retirada no momento de ingerir alimentos e bebidas, que deve ocorrer quando estiverem sentados.

Caso algum convidado ou prestador de serviço apresente sintomas gripais, como tosse seca ou produtiva, dor no corpo, dor de garganta, congestão nasal, dor de cabeça ou falta de ar, não deve ser permitida sua participação.

A distribuição de alimentos e bebidas deve ser feita, preferencialmente, em porções individuais que serão entregues aos convidados pelos garçons, devidamente paramentados com máscara e protetor facial (Face Shield). Demais diretrizes podem ser conferidas na portaria nº 455/21.


Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.