Geral

07/08/2019 09:28

PALESTRA

Ensinamentos para evitar proliferação de bactérias em sua residência

Matheus Müller / Jornal A Gazeta

Eduardo, Dr. Bactéria e Claudinei estiveram em A Gazeta antes da palestra

Matheus Müller - matheus@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A 3ª semana acadêmica da Unisociesc de São Bento do Sul iniciou ontem, com uma palestra especial com o biomédico Roberto Figueiredo, o Dr. Bactéria. O evento foi realizado no Centro Cultural Dr. Genésio Tureck, reunindo um grande público entre alunos da instituição de ensino e comunidade em geral.

Antes do evento, Dr.Bactéria esteve em A Gazeta, onde explicou que em suas palestras é abordada a necessidade de tomarmos atitudes em nossas vidas, através da mudança de hábitos. Dentro desse contexto, são passadas diversas dicas de atitudes do dia a dia que podemos mudar para evitar a proliferação de bactérias e doenças. 

Confira algumas dicas

Cozinha
Na cozinha da residência, por exemplo, ele citou que não se deve deixar ovos na porta da geladeira, prendedor de roupa para fechar alimentos, usar esponja por mais de uma semana ou deixar pano de louça para secar na pia. Todas atitudes, que são comuns do brasileiro, aumentam a contaminação de bactérias. Deixar o vinagre fora da geladeira, embaixo da pia, é outra atitude considerada errada, devendo ser conservado dentro da geladeira. 

Ele cita também que não se deve lavar carne ou frango, pois além de não tirar nenhuma bactéria, se aumenta a quantidade de água no alimento. “A bactéria adora água, você está aumentando a contaminação”, destaca, citando também o arroz, outro alimento costumeiramente lavado e que não deveria. “Ao se lavar o arroz, perde-se 75% das propriedades nutricionais do alimento”, detalha. 

Quarto
Passando para o quarto, Dr. Bactéria explica que não se deve arrumar a cama logo quando se acorda. “Se você cobre toda ela com uma colcha, a cama ainda pode estar úmida por conta do suor, e os ácaros se multiplicam”, explica, dizendo que o recomendado é esperar pelo menos uma hora para depois arrumar a cama, o que evita problemas como alergias, renite, entre outros.

Banheiro
Quando o assunto é banheiro, a dica é dar sempre descarga com a tampa do vaso fechada, para evitar a proliferação das bactérias a partir da força da água na descarga. “O brasileiro parece que tem prazer de se despedir”, brinca o médico, lembrando também do erro que é usar o celular no banheiro. “Depois a pessoa coloca o celular no bolso, lava a mão e pega o celular de volta, na prática é como se não lavasse a mão”, diz.

Sala de Estar
Já na sala de estar, o maior vilão é o tapete, que costuma acumular muitas bactérias. Para mantê-lo sempre limpo, assim como os sofás, a dica é limpá-los com bicarbonato de sódio ou vinagre, o suficiente para fazer uma higiene correta. “Com bicarbonato e vinagre limpa-se a casa inteira”, cita. Ele comenta que estes produtos são essenciais para manter uma casa higienizada e odorizada, em detrimento da água sanitária e do desinfetante, por exemplo.

Confira mais informações sobre a palestra no jornal impresso desta quarta-feira (7).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.