Segurança

05/02/2019 10:23

FIM DAS BUSCAS

Encontrada família de cadáver argentino conservado no IML de São Bento

Elvis Lozeiko / Arquivo / A Gazeta

Corpo permanece conservado até ser definido o translado

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br
São Bento do Sul

A Polícia Federal da Argentina fez a comparação das digitais de Jorge Horacio Roth e de uma pessoa que entrou em contato com o Instituto Geral de Perícias (IGP) de São Bento do Sul dizendo ser seu filho. O exame deu positivo e, desta forma, foi confirmada a identidade do corpo que está em uma das geladeiras do IML.

A informação foi repassada segunda-feira (4) diretamente ao IML, conforme o auxiliar médico legal Eder Martins. Ainda não há detalhes sobre o translado do corpo. A equipe são-bentense buscava, desde dezembro, encontrar familiares de Jorge para liberação do corpo para os procedimentos fúnebres. Até mesmo a Embaixada da Argentina havia sido procurada.

O corpo de Jorge está no IML de São Bento do Sul, após falecer na Fundação Hospitalar de Rio Negrinho. Andarilho, ele foi vítima de agressão em Itapoá antes de ser transferido para o Planalto Norte, por questões legais de regulação do serviço. Após A Gazeta publicar o assunto, um repórter de um jornal da Argentina entrou em contato com o IML repassando contatos do suposto filho da vítima. Segunda o exame confirmou o parentesco.

Confira mais informações sobre as buscas no jornal impresso desta terça-feira (5).

Comentários

Não há comentários sobre esta matéria. Deixe seu comentário

+ sobre Segurança

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022