Geral

05/11/2019 09:22

SEGURANÇA

Empresa tem cinco meses para concluir construção do canil no Batalhão da PM

Elvis Lozeiko / Jornal A Gazeta

Prefeito assina a ordem de serviço ao lado do comandante da corporação

Elvis Lozeiko - elvis@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A construção do canil do 23º Batalhão de Polícia Militar de São Bento do Sul já pode iniciar. A ordem de serviço foi assinada segunda-feira (4) à tarde pelo prefeito Magno Bollmann (PP), no gabinete do comandante da corporação, major João Carlos Benassi Borger Kuze.

Com a proposta de R$ 203,9 mil, a JDI Construtora venceu a licitação, que previa o máximo de R$ 214,8 mil. A empresa tem cinco meses para concluir as obras, consistentes em uma área construída de 205 metros quadrados, com capacidade para três cães, área para banho e tosa, setor administrativo, espaço para treinamento, depósito de materiais e alojamento para policiais.

O major disse que o ato significou um "momento extremamente significativo para a corporação", que terá seu trabalho potencializado. Dois cães da raça Pastor-belga-malinois já estão em treinamento, o macho Baruk, que tem pouco mais de um ano e meio, e a fêmea Aisha, de seis meses. Baruk inclusive já está operando em algumas atividades.

Os cães vão atuar em frentes como guarda e proteção dos policiais, faro de entorpecentes, e busca e captura. A raça é uma das mais utilizadas pelas forças armadas e pelas forças de segurança em todo o mundo, graças ao seu vigor, versatilidade e agilidade. Os animais são de propriedade de policiais, já que a corporação trabalha com cães particulares que prestam serviço à PM.

Confira mais detalhes sobre o espaço no jornal impresso desta terça-feira (5).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.