Segurança

30/06/2022 10:15

INVESTIGAÇÃO

Dois seguem foragidos por duas mortes no Rio Vermelho Povoado

DIVULGAÇÃO

Local onde as vítimas foram baleadas

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

A Polícia Civil, por meio da Delegacia da Comarca de São Bento do Sul, concluiu o inquérito policial que apurou dois homicídios, com uso de arma de fogo, ocorrido na madrugada do dia 6 de novembro de 2021, no bairro Rio Vermelho Povoado. Na ocasião, cinco pessoas, sendo duas mulheres e três homens, foram atingidas por inúmeros disparos, na Estrada João Kobus, resultando na morte de Cleisson de Souza Freitas, de 28 anos, e Natali Correia, de 24.

Conforme o delegado Lucas Davanso Mendonça, dois envolvidos foram identificados, indiciados e atualmente encontram-se foragidos. Eles tem 21 e 29 anos e são naturais de São Bento. O delegado destaca que após intenso trabalho de investigação, a Polícia Civil elucidou os fatos, esclarecendo a motivação e a autoria do crime, com a identificação dos dois indivíduos, que tiveram suas prisões decretadas pelo Poder Judiciário após representação do delegado de polícia.

Relembre o crime
Foi apurado que durante a madrugada de 6 de novembro, as vítimas participavam de uma “festa” em via pública, em Rio Vermelho Povoado, com a presença de aproximadamente 20 pessoas. Próximo das 3 horas, foram surpreendidas pela chegada de uma motocicleta embarcada por dois homens.

Eles chamaram pelo nome de uma das vítimas, que se identificou, sendo então desferidos contra ela diversos disparos de arma de fogo, dois deles atingindo as costas. Em virtude dos disparos, mais quatro pessoas foram alvejadas. Apesar de serem socorridos ao Hospital Sagrada Família, duas das vítimas não resistiram.

Foi constatado que o crime foi motivado por desavenças pessoais entre os envolvidos e uma das vítimas. O homem que morreu estava armado com um revólver calibre 38 municiado no local dos fatos. A arma foi localizada 10 dias após o crime, na residência de uma mulher, em São Bento do Sul, que afirmou ter recebido o objeto da vítima no momento em que ela sofreu os disparos.

  • YouTube: Inscreva-se para assistir as matérias de A Gazeta.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.