Segurança

04/08/2022 16:34

MINISTÉRIO PÚBLICO

Denunciado homem que causou danos em posto de saúde em Rio Negrinho

DIVULGAÇÃO

Homem causou diversos danos na unidade

Rio Negrinho

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) ofereceu denúncia por furto qualificado, dano ao patrimônio público e posse de drogas contra um homem que invadiu a Unidade de Saúde do bairro São Rafael, na cidade de Rio Negrinho. Ele furtou computador e componentes, prejudicando o andamento das atividades. O denunciado também quebrou uma televisão, aparelhos e móveis da unidade de saúde. Os prejuízos causados ultrapassam R$ 4.210,00. 

A denúncia relata que o crime aconteceu no dia 12 de julho de 2022, próximo das 7 horas. O homem arrombou a porta da unidade de saúde e furtou um computador, um monitor, um teclado, um mouse óptico, estabilizador de energia, uma impressora e materiais diversos. Ainda no local, o denunciado destruiu e inutilizou uma televisão, equipamentos de autoclave, balança digital infantil e outros móveis e equipamentos pertencentes ao Município. 

Uma das servidoras que chegava para trabalhar no local encontrou a situação da unidade e acionou a Polícia Militar. O homem fugiu do local do crime, mas foi preso em flagrante momentos depois, em posse dos equipamentos furtados. A Polícia Militar também encontrou com o acusado uma porção de aproximadamente 5,9 gramas de maconha.

Reparação pelos danos
A Promotora de Justiça, Juliana Degraf Mendes, responsável pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negrinho requereu na denúncia que "por ocasião da sentença condenatória, seja fixado valor de reparação pelos danos causados pela infração, nos termos do art. 387, inciso IV, do Código de Processo Penal". 

Ainda na denúncia, o MPSC solicitou que o Município de Rio Negrinho seja oficiado no prazo de 10 dias, para que informe a relação completa dos equipamentos e móveis que foram danificados ou destruídos na unidade de saúde na ocasião do crime, bem como o valor aproximado de cada um deles. A denúncia já foi recebida pela Justiça. O réu está preso no Presídio de Mafra.

  • YouTube: Inscreva-se para assistir as matérias de A Gazeta.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.