Política

26/08/2019 07:40

INVESTIGAÇÃO

Delegado explica que Godoy deve ser julgado separado por falta de conexão

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br
São Bento do Sul

O delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), Gustavo Muniz Siqueira, conversou sexta-feira (23) com A Gazeta sobre as investigações da Polícia Civil que resultaram na prisão do vice-prefeito Márcio Dreveck e, mais recentemente, do vereador César Godoy, pelo crime de concussão e coação de testemunhas.

O delegado citou que o vereador César Godoy, preso na tarde desta quarta-feira (21), deverá ser julgado em um ato separado ao dos demais envolvidos no mesmo esquema, como o vice-prefeito Márcio Dreveck e o ex-secretário de Obras, Paulo Ziewkfa. “O caso do vereador é outro processo, sem conexão a princípio. No caso de Márcio e Paulo, acredito que devam ser julgados juntos, provavelmente”, acrescentou.

Conforme A Gazeta apurou, o julgamento de Márcio Dreveck, preso no dia 1º de julho, está marcado para os dias 11, 12 e 13 de setembro. Quanto ao julgamento do vereador César Godoy, ainda não há previsão, mas ele já teve seu primeiro pedido de liberdade negado. A celeridade para julgamento em primeira instância nestes casos devem-se ao fato de se tratarem de réus presos.

Questionado se as investigações terão continuidade, e se novos políticos tanto de São Bento do Sul quanto da região podem ser investigados ou presos, Gustavo reservou-se a alegar que a Polícia Civil não pode divulgar nenhuma informação a respeito. “A Polícia Civil tem essa investigação no momento, mas sempre recebemos informações sobre situações semelhantes”, sinalizou.

A informação foi publicada na coluna Panorama Político desse fim de semana (24 e 25).

Comentários

Não há comentários sobre esta matéria. Deixe seu comentário

+ sobre Política

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022