Geral

12/01/2019 08:24

ATENÇÃO

Cuidado redobrado com animais peçonhentos nesta época do ano

Christian Hacke / Jornal A Gazeta

Presença de escorpiões é comum na região central de Rio Negrinho

Christian Hacke - christian@gazetasbs.com.br
Rio Negrinho

Com a chegada dos dias mais quentes, aparecem também bichos comuns e perigosos nas áreas residenciais. Animais peçonhentos como cobras, aranhas, lagartas e escorpiões são vistos com mais frequência e podem acarretar até em acidentes fatais. No domingo (6), por exemplo, um jovem de 25 anos faleceu após ser picado por um destes animais enquanto recolhia lenhas de uma pilha, no interior. A principal suspeita é de que tenha sido uma aranha marrom.

A área central de Rio Negrinho é bastante conhecida pela incidência de escorpiões. A espécie predominante no município é a Tityus Costatus, o escorpião marrom. Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Patrícia Huttl, o ambiente preferido dos escorpiões são em entulhos, matos, tijolos e etc. "Matos como trepadeiras eles gostam muito", comentou. A enfermeira também alerta para cuidados no uso de sapatos, roupas, travesseiros e cobertores.

Criar galinhas, como a caipira ou de angola, pode ajudar no combate aos escorpiões, mas não é permitido manter galinheiros na área central. "Em caso de acidentes tanto com cobras, aranhas ou escorpiões é preciso procurar atendimento médico imediatamente", ressaltou.

Cuidados com as cobras

No ocaso de avistar uma cobra, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado para resgate e remoção do animal. "Se ela não estiver oferecendo riscos e em local de mata, só aguardar a saída. Mas se estiver dento de uma residência ou próximo de pessoas, é preciso acionar os bombeiros", explicou o tenente Leonardo Felipe Ardigó da Silva, comandante da corporação de Rio Negrinho. Conforme Ardigó, as cobras mais comuns em Rio Negrinho são jararaca, cobra-espada e coral.

Comentários

Não há comentários sobre esta matéria. Deixe seu comentário

+ sobre Geral

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022