Geral

11/10/2021 11:34

EDUCAÇÃO

Cresce demanda por alunos em período integral nas creches de São Bento

DIVULGAÇÃO

Unidades de educação estão sendo ampliadas para suportar demanda

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

São Bento do Sul

Um dos problemas enfrentados pela Secretaria de Educação de São Bento do Sul está na crescente demanda pela procura de vagas para alunos da educação infantil (0 a 3 anos de idade) em período integral. Este aumento se deve, principalmente, ao fato de São Bento do Sul crescer a cada dia, atraindo novas famílias de outras cidades e países.

Neste ano, a Secretaria de Educação encaminhou 820 alunos em período matutino ou vespertino e período integral, sendo que 172 ainda aguardam vaga. No entanto, destes 172 cadastros, 39 recusaram a unidade indicada por não ser a mais próxima da residência e 133 ainda serão analisados no próximo encaixe de vagas que ocorre de forma mensal.

Esses números são alterados constantemente devido à quantidade de cadastros realizados diariamente pelos pais, que são analisados a cada mês, havendo encaixe de vaga de acordo com a disponibilidade dos centros de educação infantis municipais (CEIMs). Além disso, cabe ressaltar que o encaixe das vagas seguem todos os procedimentos legais, obedecendo criteriosamente a ordem dos cadastros.

Ampliações e reformas
Conforme o secretário de Educação, Josias Terres, este é um problema antigo e que está sendo solucionado aos poucos com as ampliações das instituições. “Estamos investindo em ampliações para atender as crianças. Nossa meta é que com essas ampliações a gente consiga atender todas em período integral. Porém, como as obras estão em andamento, estima-se que consigamos solucionar definitivamente este problema em um prazo de alguns meses”, projetou.

Confira mais notícias no jornal impresso. Assine A Gazeta agora mesmo pelo WhatsApp (47) 99727-0414. Custa menos que um cafezinho por dia! ☕

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.