Geral

31/07/2020 13:50

INVESTIMENTO NA SAÚDE

Compra de tomógrafo é primeiro passo para possível instalação de UTI em RN

DIVULGAÇÃO

Tecnologia também poderá ser usada no tratamento de pacientes com coronavírus

Christian Hacke - christian@gazetasbs.com.br

Rio Negrinho

A Fundação Hospitalar de Rio Negrinho já está em processo de compra de um equipamento que vai facilitar o trabalho da equipe médica na cidade. Ao custo aproximando de R$ 1,5 milhão, o tomógrafo será adquirido com verbas do Instituto Santé, responsável pela administração do hospital, com contrapartida da Prefeitura. O equipamento é o primeiro passo para uma possível instalação de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Conforme a assessoria de imprensa do Instituto Santé, o item está em fase de compra. "Há uma equipe multiprofissional envolvida na aquisição e na adequação do espaço com projeto de melhorias no local. Está havendo um amplo estudo para adquirir o equipamento que ofereça o melhor custo benefício", cita, em nota.

O médico Julyan Vegini, diretor técnico da Fundação Hospitalar, explica que a tecnologia vai proporcionar mais qualidade no atendimento aos pacientes. "O tomógrafo é um exame de imagem complementar a radiografia, que permite visualizar tanto órgãos intracavitários, como tórax e abdômen, como lesões ortopédicas. Por exemplo, se você tem uma fratura que praticamente não vê no raio-x, faz uma tomo e tem a reconstrução em três dimensões. Quase que pode brincar com a imagem, virar de ponta cabeça, olhar atrás do elemento que está procurando", explicou.

Coronavírus
Para o médico, o equipamento poderá auxiliar ainda no combate ao coronavírus. "Hoje, com o coronavírus, você tem praticamente o diagnóstico certeiro quando tem as imagens no vidro fosco dos pulmões. Isso se viu muito em raio-x com pessoas que trabalham em minas de carvão, fabricação de amianto (eternit). O coronavírus faz uma lesão que simula essa imagem", disse.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.