Geral

09/07/2019 09:29

TURISMO

Com novas regras, entrar nos Campos do Quiriri sem autorização é invasão

Elvis Lozeiko / Jornal A Gazeta / Arquivo

Terrenos que dão acesso ao atrativo turístico são particulares

Elvis Lozeiko - elvis@gazetasbs.com.br

Campo Alegre

A regulamentação dos Campos Naturais do Quiriri ganhou mais um capítulo importante. Na quinta-feira (4), proprietários "bateram o martelo": quem entrar no local sem autorização será considerado um invasor, e responderá na forma da lei, já que as áreas são particulares. O mais conhecido acesso aos campos, a porteira para entrar na propriedade de um grupo empresarial de Joinville, já está fechado desde meados do ano passado.

Porém, antes desta porteira há outros acessos, localizados no pé da serra, margeando o rio Negro. Estes agora também foram fechados. Como o período de outono/inverno é o principal para a prática de atividades nas montanhas, e com a crescente divulgação do atrativo, tem aumentado o número de pessoas que vão aos campos.

As maiores preocupações são quanto às atitudes de uns e outros que não respeitam as propriedades e nem a natureza, já que há casos de vandalismo em cercas e portões, desrespeito às ruas e trilhas já existentes e de lixo deixado no local – já foram encontrados pedaços de lona e até de barracas jogados nos campos, para se ter uma ideia.

Um dos proprietários disponibilizou um contato para quem deseja entrar na área entre o pé da serra e a porteira que dá acesso ao terreno do grupo empresarial joinvilense. O telefone é o (47) 99706-1323, com Léo. O acesso à porteira principal, já chegando nos campos de altitude, não está sendo concedido, porém. Algumas regras para voltar a permitir a visitação já foram pré-definidas.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.