Geral

05/02/2014 09:15

MÃOS DO CAMPO

Associação terá sede nova

Sabrina Idalêncio - sabrina@gazetasbs.com.br

Campo Alegre

Há duas semanas, iniciou a obra de construção da Casa do Artesão. O local tem previsão para ser inaugurado até o mês de agosto, e contará com salas para oficinas de artesanatos e venda dos produtos confeccionados pelos membros da Associação Mãos do Campo. Atualmente, a sede associação é no Posto de Informações Turísticas. A Casa do Artesão está sendo erguida exatamente atrás, na Rua Ernesto Scheide.

A verba de R$ 300 mil que será destinada à estrutura de construção e mobiliário foi possível através do Projeto Economia Verde Solidária. “Os projetos apresentados deveriam ter relação com produção e consumo sustentável. Portanto, como produzimos artesanato com alguns materiais recicláveis foi um dos motivos”, comenta a responsável pelo projeto, Relinda Alandt.

No total, 143 projetos foram analisados e 56 deles escolhidos, sendo o projeto campo-alegrense o primeiro colocado. A assinatura do convênio ocorreu dia 11de dezembro de 2013, na Casa da Agronômica, após almoço das representantes da Mãos do Campo, Hermie Schwarz Heinzein, e da Aciaca, Relinda, com o governador Raimundo Colombo.

Hermie conta que o terreno estava disponível há 20 anos, aguardando a construção do espaço. “Agora, sim, será um ponto com estrutura mais adequada para os artesãos se reunirem, trocarem experiências e vender”, comemora. Há doze anos em atividade, a Mãos do Campo conta com 27 associados, e se destaca pela produção de lã de ovelha, acolchoados e fios de lã para tecer e tricotar, além do tradicional “pelego”. “Estamos sempre presentes nas festividades do município. A associação está aceitando novos membros, interessados em geral no artesanato”, convida Hermie. Quem quiser se associar, pode passar no Posto de Informações Turísticas, entre as 9 e as 17 horas, de segunda a domingo.

O programa

O programa Economia Verde Solidária uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (FAPESC), em parceria com o Fundo Social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae/SC). O projeto da Mãos do Campo foi inscrito através da Aciaca.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.