Segurança

Siga-nos nas redes sociais

04/03/2020 10:05

TENTATIVAS DE GOLPE

Alerta de fraude em boletos da CDL e vagas de emprego falsas na Havan

ARQUIVO / JORNAL A GAZETA

Vagas de emprego e promoções falsas são divulgadas pela internet em nome da Havan

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br

Estadual

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) de Santa Catarina emitiu um alerta nesta semana, sobre um novo tipo de golpe que já atingiu ao menos três associados do Estado. Um vírus é instalado no computador do associado e altera os boletos abertos nesta máquina, fazendo com que a linha digitável e o código de barras do boleto sejam modificados. Desta forma, os créditos do pagamento são destinados a uma outra conta bancária, que no caso é dos fraudadores.

Conforme a FCDL, a ação nem sempre é detectada, porque aparentemente o boleto mantém todos os dados corretamente e o problema só é percebido quando o verdadeiro beneficiário do boleto não recebe o pagamento. O vírus é antigo, mas somente agora foi aplicado em boletos envolvendo associados da CDL de Santa Catarina.

Como evitar
Além de manter o computador protegido com antivírus e fazer uma manutenção periódica, é importante que ao pagar boletos utilizando aplicativos de celular, computadores, casas lotéricas ou até na rede bancária em geral, seja observado se os dados do beneficiado que aparecem na tela conferem com os da empresa ou instituição para a qual o pagamento está sendo feito, pois apenas na tela os dados da linha digitável retornam com as informações do fraudador, caso a fraude esteja ocorrendo.

Exemplo: no PDF ou no documento impresso aparece o nome da CDL, porém na tela do aplicativo do banco aprece o nome de um terceiro desconhecido, para onde o valor será destinado, caso se confirme o pagamento.

Fraudes com a Havan

Outro golpe que vem sendo aplicado ocorre em anúncios de vagas da Havan, que circulam pelas redes sociais. A equipe de RH da empresa diz que tem recebido muitos relatos da fraude. Para evitar qualquer problema, a Havan avisa que só utiliza as redes sociais próprias no Facebook, Instagram e Linkedin para buscar colaboradores. Outro procedimento que a Havan adotou para contratar colaboradores é pelo site oficial, no campo “Trabalhe Conosco”.

Outro caso que tem ocorrido bastante é a divulgação de promoções em nome da Havan por meio das redes sociais que não sejam próprias da rede. “Também é fraude. A Havan só informa promoções por aqui através de seus perfis oficiais”, reforma a empresa, através de comunicado.

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.