Segurança

10/08/2017 13:14

CRIME EM RIO NEGRINHO

Acusado de matar padrasto com golpe de enxada na cabeça vai a júri popular

Arquivo/ A Gazeta

Edinei Pereira foi preso horas depois do ocorrido

Da redação - editoria@gazetasbs.com.br
Rio Negrinho

Acusado de matar o padrasto Ari Machado de Oliveira em 24 de janeiro deste ano, no interior de Rio Negrinho, Edinei Pereira vai a júri popular. A decisão da juíza substituta Grisela Rezende de Matos Muniz foi divulgada há poucos dias.

Edinei está preso preventivamente desde o ocorrido e confessou ter agredido a vítima. O acusado alega que sua mãe era agredida pelo homem, embora a mãe negue a afirmação. Eles entraram em luta corporal e o homem foi morto com golpes de enxada.

A defesa de Edinei argumentou à Justiça que ele não tinha intenção de matar o padrasto, por isso deveria responder apenas por lesões corporais. A juíza substituta, contudo, entendeu que "a tese da defesa não pode ser admitida nessa fase", ressaltando que os jurados do Tribunal do Júri é que devem decidir a questão.

No jornal impresso desta quinta-feira (10), há a versão de várias testemunhas do crime.

Comentários

Deus ah d fazer justiça com esse sem vergonha Agora quer dar uma d inocente é engraçado q meu tio ñ ta aqui pra c defender agora ele pode falar um monte d meu tio q só ele era ocupado ne #Justicasejafeita.
Tatiane 16/08/2017 14:51
 
Deixe seu comentário

+ sobre Segurança

Leia mais...

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

A Gazeta - Rua Mal. Floriano, 22 - Centro - São Bento do Sul/SC - Telefone (47) 3203-0022