Geral

15/09/2020 08:49

SETEMBRO AMARELO

A tecnologia na prevenção ao suicídio: conheça aplicativo para o seu celular

Jonny Banach* - jonnybanach@gmail.com

São Bento do Sul

No início de setembro, A Gazeta lançou a campanha “O que me faz feliz?”, cujo tema é o Setembro Amarelo, mês de prevenção contra o suicídio. Portanto, neste artigo abordarei como a tecnologia pode ajudar na prevenção ao suicídio.

Existem diversos aplicativos e sites que disponibilizam ferramentas para as pessoas que precisam de ajuda. O CVV (Centro de Valorização da Vida) possui um site. Acessando ele, é possível conversar com atendentes voluntários via chat, telefone (disque 188) ou e-mail. Lembrando que você terá total sigilo.

Outra ferramenta que pode lhe auxiliar quando você precisar de ajuda é o aplicativo “Tá tudo bem?”, desenvolvido por Aline Bezzoco. O aplicativo está disponível gratuitamente no Google Play e na App Store.

No aplicativo “Tá tudo bem?”, você terá acesso a todas as ferramentas de ajuda fornecidas pelo CVV (via chat e telefone). Além disso, você pode adicionar um contato de emergência. Se você não se sentir bem e clicar em “Preciso falar com alguém”, na tela inicial do aplicativo, um SMS será enviado para o seu contato de confiança, avisando que você precisa de apoio.

O aplicativo “Tá tudo bem?” também oferece diversas ferramentas para que você se sinta mais calmo e relaxado. O aplicativo possui uma função que lhe ajuda a respirar lentamente, inspirando e expirando, com uma música de fundo. Essa técnica de respiração tem o objetivo de lhe acalmar nos momentos de ansiedade e relaxar a sua mente.

Captura de tela mostra a interface do aplicativo

O aplicativo também possui um “Diário de Gratidão”. Neste diário, você pode escrever as coisas pelas quais você é grato. Você deve registrar no diário quais são as pequenas coisas boas e conquistas que ocorreram ao longo do seu dia, semana ou mês. Uma área do aplicativo “Tá tudo bem?” aborda diversos mitos sobre o suicídio.

Além do “Diário de Gratidão”, o aplicativo “Tá tudo bem?” possui uma área para você escrever a sua lista de razões para viver. Você deve listar todos os motivos que lhe ajudam a continuar tentando se manter vivo. Esta área do aplicativo serve como um lembrete de porque você e sua vida são importantes.

Se você suspeita que alguma pessoa que você conhece esteja tendo pensamentos suicidas, o aplicativo “Tá tudo bem” fornece dicas sobre como ajudar esta pessoa na seção “Como ajudar”. Nesta página, o aplicativo também fornece dicas para identificar comportamentos suicidas.

Se você tem vontade de ajudar pessoas, você pode ser um voluntário do CVV. Desta maneira, você pode doar seu tempo e sua atenção para ajudar pessoas que precisam conversar anonimamente. O CVV fornece um curso gratuito para preparar voluntários. Para mais informações, acesse o site na aba de voluntários.


*O texto acima foi publicado originalmente na coluna Descomplicando a Tecnologia, no jornal impresso desta terça-feira (15), como parte da campanha "O que me faz feliz?". Jonny é empreendedor, desenvolvedor do aplicativo Winke e acadêmico no curso de Sistemas de Informação (UDESC).

Todos os direitos reservados para A Gazeta. Reprodução sem autorização é proibida.

Ajude-nos a manter um jornalismo sério e com credibilidade. Textos e fotos estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Se quiser repassar a notícia, compartilhe o link.