Durante o domingo (7), circulou muito nas redes sociais um vídeo em que um eleitor aciona a tecla "1" e, automaticamente, aparece "13", com a foto do candidato Fernando Haddad. O vídeo foi compartilhado até por Flávio Bolsonaro (PSL), candidato ao Senado no RJ e filho do candidato a presidente Jair Bolsonaro. Contudo, é mais uma fake news, pois trata-se de uma montagem. As imagens foram analisadas por técnicos e descobriu-se que o vídeo foi editado. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garante que não há qualquer possibilidade desse tipo de problema acontecer. O próprio TSE divulgou o vídeo do técnico em edição mostrando a fraude na gravação. Essa dúvida em relação às urnas foi levantada até por Jair Bolsonaro, após a definição que a disputa iria para o segundo turno. "Vamos junto ao TSE exigir soluções para isso que aconteceu agora, e não foi pouca coisa, foi muita coisa. Tenha certeza: se esses problemas não tivessem ocorrido, e tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o nome do futuro presidente da República decidido hoje", disse.
Fechar