Segue a onda de crimes no cemitério central de São Bento do Sul. Conforme Alice Kindler, é a segunda vez que furtam as flores do túmulo do seu pai e do seu avô. “A primeira foi no Dia dos Pais. Aí agora faz umas duas semanas que levamos flores novamente e no domingo quando fomos lá já não tinha flor alguma”, lamenta.
Fechar